Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão
Imagem Coluna do Broadcast
Colunista
Coluna do Broadcast
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Janeiro tem mês forte para o varejo, diz Boa Vista

Apesar dos bons números, resultados indicam que o comércio segue enfrentando dificuldades na recuperação das vendas

Coluna do Broadcast, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2019 | 04h00

As vendas no varejo avançaram 3,4% em janeiro deste ano quando comparadas com o mesmo mês de 2017, de acordo com o Indicador Movimento do Comércio da Boa Vista. Frente a dezembro, o desempenho do varejo foi 1% maior. A Boa Vista nota que os números indicam que o comércio segue enfrentando dificuldades na recuperação das vendas, cenário que se estende desde janeiro do ano passado, por conta do alto nível de desocupação e fraca atividade econômica.

Básico. Supermercados, alimentos e bebidas foi a categoria que registrou melhor desempenho nas vendas em janeiro, na comparação com dezembro, mostrando crescimento de 1,5%. Combustíveis vieram em segundo lugar, com elevação de 1,4% no mesmo período, enquanto tecidos, vestuários e calçados registraram avanço de 1,2%. 

Cipoal tributário. O Stocche Forbes Advogados acaba de fazer um reforço expressivo em sua área tributária, com a contratação de dez profissionais. A área tributária é tida como essencial nos grandes escritórios, já que permeia todos os principais negócios societários e financeiros.

Barquinho. O estaleiro Azimut-Benetti está começando a fazer um megaiate de R$ 40 milhões em sua fábrica brasileira, em Itajaí (SC). Um dos maiores já produzidos no País, o barco tem 27 metros de comprimento, 350 m² de área e cinco suítes. Para comportar um iate desse tamanho, a fábrica teve de ser ampliada e reestruturada. Serão investidos R$ 50 milhões na unidade ao longo de 2019. A empresa diz que está em negociações avançadas com um comprador no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
escritóriosupermercadovarejo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.