Janela de negociação de Doha é pequena, alerta UE

Para Peter Mandelson, é necessário conseguir um avanço realista até setembro

Agencia Estado

02 de julho de 2007 | 09h26

O comissário da União Européia para o Comércio, Peter Mandelson, disse nesta sexta-feira, 29, que a janela de oportunidades nas negociações sobre o comércio mundial era muito pequena e instou todos os envolvidos a serem mais flexíveis para tentarem alcançar um acordo. "Se não conseguirmos um avanço realista entre agora e o verão (no Hemisfério Norte), ou pouco após o verão, todas as atenções nos Estados Unidos estarão voltadas para as eleições presidenciais", disse o comissário em entrevista à rede de televisão France 24. "Conseqüentemente... temos uma janela de oportunidade muito pequena." Uma tentativa de resgatar as negociações mundiais sobre o comércio na Rodada de Doha fracassou na semana passada, com o Brasil e a Índia afirmando que a União Européia e os Estados Unidos estavam exigindo contrapartidas elevadas demais. Os países desenvolvidos exigem abertura de mercados nas nações em desenvolvimento, enquanto os emergentes querem redução nas tarifas de produtos agrícolas e dos subsídios dos mais ricos.

Tudo o que sabemos sobre:
Doha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.