Japan Airlines vai testar biocombustível de algas em avião

Por causa da crise alimentícia, governo substituiu biocombustível de milho no teste, que ocorrerá em 2009

Efe,

24 de junho de 2008 | 03h03

A companhia aérea japonesa Japan Airlines (JAL) vai realizar um vôo de teste com um avião que utilizará um biocombustível obtido de uma mistura de algas, informa nesta terça-feira, 24, o diário Japan Times. O teste, que será o primeiro deste tipo na Ásia, ocorrerá no começo do próximo ano com um Boeing 747-300. Ele terá em um de seus motores uma mistura de biocombustível obtido de algas e plantas não comestíveis. Nos outros três motores do avião será usado um combustível convencional para aeronaves. Em função da crise alimentícia, foi decidido substituir neste teste o biocombustível fabricado com milho e outros alimentos por um criado a partir de algas e plantas, segundo o diário. A companhia americana Boeing assegurou que foi possível produzir biocombustível de qualidade similar ao combustível dos aviões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.