Japão defende estímulo à economia doméstica

O ministro das Finanças do Japão, Kaoru Yosano, defendeu o pacote de US$150 bilhões do governo, aprovado pelo Senado. Segundo ele, as medidas de estímulo irão encorajar mudanças básicas mais estruturais na economia, tornando o Japão mais independente das exportações. "O crescimento não vai ocorrer da noite para o dia, mas nós devemos seguir em frente em direção a uma economia centrada na demanda doméstica", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.