Japão deve elevar preço do trigo em 3% a partir de outubro

O Japão elevará o preço pelo qual vende seu trigo importado a usuários domésticos em média em 3 por cento a partir de outubro, para refletir a recente alta nos preços do trigo em Chicago, no primeiro aumento de preço em um ano, disse o ministro da Agricultura nesta quarta-feira.

Reuters

22 de agosto de 2012 | 12h09

O Japão, sexto maior importador de trigo do mundo, compra cinco tipos de trigo para moagem dos Estados Unidos, Canadá e Austrália por meio de licitações de importação e vendem a moinhos com preços definidos duas vezes por ano.

O Ministério da Agricultura normalmente revisa o preço de cada tipo de trigo com base em uma média ponderada dos preços de compra nos primeiros meses até fevereiro para o primeiro semestre do ano e aqueles nos seis meses até agosto para o segundo semestre.

Os preços globais do milho e do trigo subiram cerca de 50 por cento em seis semanas até o final de julho e os da soja cerca de 20 por cento, após as safras norte-americanas serem afetadas pela pior seca em meio século.

O preço do ministério para a venda do trigo entre outubro e março ficará na média de 50.130 ienes (630 dólares) por tonelada, ante 48.780 ienes no período anterior de seis meses e os 57.720 ienes no mesmo período do ano passado.

(Reportagem de Risa Maeda)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSTRIGOJAPAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.