Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Japão e EUA adiam revisão de tarifas sobre aço

Os governos do Japão e EUA concordaram em prolongar o prazo final pelo qual os EUA devem rever as medidas antidumping impostas sobre a importação de chapas de aço laminadas a quente do Japão até o final do próximo ano, segundo informações do jornal Nihon Keizai Shimbun. Os EUA solicitaram à Organização Mundial do Comércio (OMC) em Genebra para estender o prazo final, enquanto o Japão afirmou que não se opõe à essa medida. Contudo, fica incerto se o Congresso norte-americano revisará a legislação pertinente, de acordo com essa mudança. A OMC, ao se manifestar sobre a disputa comercial entre os dois países, decidiu a favor do Japão em agosto de 2001, recomendando que os EUA revissem suas medidas antidumping até 23 de novembro deste ano. Os EUA ignoraram a recomendação. O governo japonês alertou em reunião com o órgão de solução de controvérsias da OMC em 11 de novembro que se os EUA não cumprissem o prazo de 23 de novembro, o Japão teria o direito de solicitar permissão à OMC para tomar contramedidas. Os dois países mais tarde chegaram a um acordo para prorrogar o prazo final. Em reunião ontem da OMC, os representates do Japão lamentaram o fato de os EUA não terem seguido a recomendação da OMC, argumentando que adiamentos provocados pela não aprovação ou não revisão de leis necessárias no Congresso e outros obstáculos podem exercer um efeito adverso sobre a habilidade da OMC em solucionar disputas.A OCM também dediciu que os EUA devem tomar medidas corretivas com relação à lei antidumping de 1916, para a qual o Japão e a União Européia entraram com reclamações. Contudo, os EUA não responderam à decisão da OMC.

Agencia Estado,

29 de novembro de 2002 | 10h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.