finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Japão e EUA prometem vigilância contra turbulência dos mercados

Os chefes financeiros das duas maioreseconomias do mundo prometeram nesta terça-feira total atenção àturbulência dos mercados, enquanto alguns bancos informaramterem enfrentado sérios problemas. O presidente-executivo do alemão WestLB, AlexanderStuhlmann, disse que a turbulência do setor de créditoimobiliário de alto risco dos Estados Unidos, o chamadosubprime, está dificultando o acesso dos bancos da Alemanha alinhas de crédito de parceiros estrangeiros. Os comentários dele foram feitos após o norte-americanoCapital One Financial divulgar que cortará 1.900 empregos efechará uma unidade de hipotecas no varejo. O ministro das Finanças do Japão, Koji Omi, afirmou nãohaver planos de uma reunião emergencial do G7 em meio aosproblemas dos mercados. Mas ele informou ter conversado por telefone com osecretário do Tesouro norte-americano, Henry Paulson, e queambos concordaram em ficar atentos aos mercados e em contato. "Eu posso dizer que ele vem fazendo vários esforços", disseOmi sobre Paulson, sem dar mais detalhes. "Nós concordamos queiremos observar os desenvolvimentos dos mercados com cuidadopor enquanto." Nesta terça-feira, Paulson, Ben Bernanke --chairman doFederal Reserve-- e Chris Dodd --presidente do comitê bancáriodo Senado dos EUA-- reúnem-se para discutir as condições dosmercados financeiros. O encontro ocorre às 11h (horário de Brasília) e Dodd deveconceder uma entrevista coletiva depois.

MIKE PEACOCK, REUTERS

21 de agosto de 2007 | 08h34

Tudo o que sabemos sobre:
CREDITOJAPAOEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.