Japão estuda pacote de US$ 11 milhões

O governo do Japão estuda injetar 1 bilhão de ienes (US$ 11,257 milhões) de recursos públicos em entidades não bancárias afetadas pela crise. O Banco de Desenvolvimento do Japão fará empréstimos a baixo custo em troca de ações preferenciais das companhias prejudicadas pela desaceleração econômica. Os recursos sairão de fundos abastecidos pela arrecadação do ano fiscal de 2009, segundo fontes do governo.

, O Estadao de S.Paulo

24 de janeiro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.