Japão foi admitido como novo membro da Cepal

O Japão foi admitido hoje como novo país membro da Comissão Econômica Para a América Latina e o Caribe (Cepal) em seu XXXI período de sessões que acaba hoje no Uruguai. A entrada do Japão foi patrocinada pela delegação uruguaia, mas todos os 41 países-membro apoiaram e cumprimentaram a adesão.Os delegados dos países-membro interpretaram como "um sintoma de que o Japão olha cada vez mais para a América Latina e o Caribe" sua incorporação à Cepal, que foi aprovada por unanimidade. Vários dos delegados participantes destacaram, além disso, "a crescente cooperação japonesa" com a região em planos de desenvolvimento, sociais e de investimentos diversos.Na mesma sessão de encerramento foi aprovada também a entrada, mas na qualidade de membro associado, por não se tratar de um Estado independente, das Ilhas Turcas e Caicos, localizadas no Caribe, junto à República Dominicana.O secretário-executivo da Cepal, o argentino José Luis Machinea, destacou "o orgulho e satisfação" do organismo porque "a família da América Latina, o Caribe e seus amigos continua crescendo". Além dos membros plenos à Cepal, que tem sua sede permanente em Santiago do Chile, estão associados Alemanha, Espanha, Estados Unidos, França e Reino Unido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.