Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Japão incentiva volta ao Brasil

Programa ajuda dekasseguis a comprar passagens

Lu Aiko Otta, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

18 de maio de 2009 | 00h00

O governo japonês aperfeiçoou o programa de ajuda aos brasileiros que trabalham naquele país (dekasseguis) e que querem retornar ao Brasil. Foi fixado um período de três anos para que a pessoa que recebeu ao auxílio possa retornar ao Japão utilizando o mesmo tipo de visto.Anteriormente, não havia prazo determinado - o que fez com que muitos brasileiros, mesmo em dificuldades, recusassem o auxílio. O Japão fixou o prazo em três anos porque acredita que, até lá, sua economia estará recuperada. O período poderá ser encurtado se os efeitos da crise durarem menos do que o esperado pelos economistas. O programa de ajuda ao regresso de dekasseguis foi lançado em março, como parte de um pacote de apoio aos imigrantes desempregados em função da crise. Muitos brasileiros que trabalham no Japão estão desempregados e não têm dinheiro para comprar a passagem de volta. Porém, a ajuda provocou polêmica porque proibia o retorno com o mesmo tipo de visto "por algum tempo".A condição foi entendida como uma restrição permanente - o que, de acordo com fontes do governo japonês, nunca foi a intenção. BALANÇOAté o momento, cerca de 1.000 brasileiros residentes no Japão pediram ajuda para voltar ao País. Desses, aproximadamente 100 já foram atendidos pelo governo. Os demais aguardam a análise de suas informações pelo governo, porque para ter direito à ajuda é preciso preencher três condições: estar desempregado, enfrentar dificuldades financeiras e não ter dinheiro suficiente para comprar a passagem para sua terra natal. Mesmo os que já retornaram ao Brasil serão submetidos ao prazo de três anos. Os brasileiros que trabalham no Japão podem ingressar naquele país com dois tipos de visto. Um deles é o de trabalho, que é concedido quando a pessoa já está contratada por uma empresa japonesa. O outro é o especial, que é concedido apenas aos descendentes de japoneses. Quem tem o visto especial pode entrar no Japão sem emprego.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.