finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Japão mantém taxa básica de juros em 0,1% ao ano

O conselho de diretores do Banco do Japão (BOJ, banco central do país) decidiu nesta sexta-feira deixar a taxa básica de juros em 0,1% ao ano, mantendo sua política monetária frouxa, uma vez que a economia começa a crescer, mas a deflação ameaça inviabilizar a recuperação.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

20 de novembro de 2009 | 08h11

A decisão segue-se à divulgação dos dados do Produto Interno Bruto (PIB) japonês, na última segunda-feira (16) que mostraram que a economia cresceu 4,8% no terceiro trimestre, em bases anuais, superando a previsão dos analistas. Mas os dados mostraram também que o deflator da demanda doméstica - um indicador do movimento dos preços -, caiu em seu ritmo mais rápido em mais de 50 anos, ressaltando a pressão deflacionária na economia.

Para analistas, o BOJ não vai elevar as taxas de juros num futuro próximo, tendo em vista que a deflação está pesando sobre a demanda interna.

O Banco Central também revisou para cima a sua avaliação econômica, dizendo que a economia japonesa "está melhorando" devido a várias medidas adotadas no país e no exterior. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
jurosbanco centralJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.