Japão pode demorar mais para atingir meta de inflação

A conselheira do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) Sayuri Shirai disse que o governo pode demorar mais que o tempo previsto de dois anos para alcançar a meta de inflação.

AE, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2014 | 23h49

Quando o BoJ lançou o programa de estímulos em abril do ano passado, o banco central disse que teria como objetivo atingir uma estabilidade inflacionária de 2% o quanto anos, com um horizonte de tempo de dois anos.

"Pessoalmente, estou consciente da possibilidade de que pode levar mais tempo para alcançar a meta de 2%, já que o tempo depende crucialmente do ritmo de melhora do emprego e da renda no Japão", segundo texto preparado por Shirai para discurso na Universidade de Columbia, em Nova York. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãoinflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.