finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Japão: preço no varejo sobe pela 1ª vez em 10 meses

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiu pela primeira vez em 10 meses em outubro, mas analistas dizem não se tratar de um sinal de melhora nas condições econômicas, mas sim de que a inflação foi provocada pela elevação nos custos de energia e ameaçam a expansão. Segundo dados divulgados pelo Ministério de Assuntos Internos e Comunicação, o núcleo do CPI, que exclui alimentos frescos, subiu 0,1% em outubro em comparação ao mesmo mês do ano passado. Foi a primeira elevação desde dezembro do ano passado, quando o índice avançou 0,1%.Em outubro, o custo da energia paga pelos consumidores japoneses subiu 3,6%, em base anual, acima do aumento de 1,9% em setembro. Os preços dos produtos de petróleo subiram 11%, influenciados por elevação de 11,4% nos preços da gasolina e 12,3% nos custos do óleo para calefação. O índice de preços excluindo alimentos e energia caiu 0,3% em outubro, disse o Ministério - na mesma desaceleração de setembro.O núcleo do CPI de novembro para a área metropolitana de Tóquio, considerado um indicador antecedente do índice nacional, subiu 0,1%, influenciado pelo aumento dos preços de energia. É o primeiro aumento em 10 meses e a elevação esteve dentro do que esperavam os analistas.DesempregoA taxa de desemprego manteve-se em 4% em outubro no Japão, mesma taxa de setembro, informou o governo. O Ministério de Assuntos Internos e Comunicações disse que o total de desempregados caiu 100 mil para 2,71 milhões em outubro, 23º mês de declínio mensal. Em pesquisa separada, o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar informou que a taxa de oferta de emprego frente à busca, um indicador de demanda por trabalho, caiu para 1,02 em outubro, de 1,05 em setembro. A taxa mostrou que os empregadores ofereceram 102 empregos em outubro para cada 100 trabalhadores em busca de uma vaga. As informações são da Dow Jones.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

30 de novembro de 2007 | 08h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.