JBS captará US$ 2 bi em debêntures emitidas ao BNDESPar

Recursos serão usados para aumentar capital da unidade da empresa nos Estados Unidos

Tatiana Freitas, da Agência Estado,

23 de dezembro de 2009 | 11h49

A JBS Friboi divulgou comunicado ao mercado informando que a BNDESPar, braço de participações do BNDES, aprovou a subscrição de debêntures conversíveis que serão emitidas pela empresa no valor equivalente, em moeda corrente nacional, a US$ 2 bilhões.

 

Em acordo de investimento fechado com o frigorífico, a BNDESPar se comprometeu a subscrever uma quantidade de debêntures que pode chegar até o valor total (US$ 2 bilhões), incluindo eventuais sobras. Serão emitidas dois milhões de debêntures, com prazo de vencimento de 60 anos. Hoje, a BNDESPar já tem uma participação de aproximadamente 13% no capital da JBS.

 

Os recursos serão integralmente destinados ao aumento de capital da JBS USA, subsidiária da JBS nos Estados Unidos, com o objetivo de contribuir para a finalização do processo de aquisição da Pilgrim's Pride e reforçar a estrutura de capital da empresa.

 

Como as debêntures são conversíveis, o direito de preferência dos demais acionistas será assegurado, na proporção do número de ações das quais eles forem titulares na data imediatamente anterior à realização da assembleia que tratará da escritura de emissão das debêntures, agendada para 29 de dezembro. O prazo para o exercício se dará no primeiro dia útil seguinte à publicação do aviso aos acionistas sobre a emissão das debêntures. Conforme o comunicado da JBS, os controladores cederão seus respectivos direitos de preferência à BNDESPar.

 

O pagamento será feito pela JBS após a realização da oferta pública inicial de ações da JBS USA, em um montante mínimo de US$ 1,5 bilhão. Após essa operação, cada uma das debêntures será trocada por BDRs representativos de ações ordinárias da JBS USA. O prazo estipulado para a ocorrência do IPO, segundo o comunicado, é 31 de dezembro de 2010, podendo ser prorrogado por um ano.

Tudo o que sabemos sobre:
JBSofertadebêntures

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.