Paulo Whitaker/Estadão
Paulo Whitaker/Estadão

JBS concede férias coletivas em planta no MS para ajuste de produção

Esta foi a primeira paralisação concedida pela empresa em 2018; em anos anteriores já houve pelo menos três e a mais recente aconteceu em 2017

Nayara Figueiredo, O Estado de S.Paulo

27 Setembro 2018 | 11h52

A JBS concedeu 20 dias de férias coletivas aos funcionários de Nova Andradina (MS), com o intuito de "ajustar a demanda de produção às questões de mercado", informou a companhia nesta quinta-feira. As férias tiveram início na última segunda-feira, 24. Segundo o comunicado, após esse período, as atividades serão retomadas normalmente.

A unidade é focada no segmento de bovinos e abate entre 600 e 650 cabeças por dia, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Nova Andradina e Região (Stiana), Sérgio Miller, ao Estadão/Broadcast Agro. Ainda de acordo com o representante do setor, esta unidade da JBS tem, aproximadamente, 650 funcionários. 

"Em 2018, esta foi a primeira paralisação por férias coletivas concedidas pela empresa. Em anos anteriores já houve pelo menos três e a mais recente aconteceu em 2017", informa Miller. A unidade de Nova Andradina teve um acidente de trabalho na semana passada, mas as férias não teriam nenhuma relação com o ocorrido. O presidente do sindicato comenta que a decisão da empresa de paralisar a produção já havia sido protocolada antes do acidente. 

Em nota, a JBS lamenta o acidente ocorrido na última quinta-feira, 20. "A empresa prestou todo atendimento ao colaborador que, infelizmente, veio a óbito na sexta-feira (21). A JBS está solidária e prestando toda assistência à família. As causas do acidente estão sendo investigadas pela companhia", informou.

Mais conteúdo sobre:
JBS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.