portfólio

E-Investidor: qual o melhor investimento para 2020?

João Paulo quer criação de equipe da PF contra pirataria

O presidente da Câmara, deputado João Paulo Cunha (PT-SP), e o relator da CPI da Pirataria, Júlio Lopes (PL-RJ), informaram ao subsecretário de Comércio dos Estados Unidos, Grant Aldonas, a quem João Paulo recebeu em audiência, que a CPI vai recomendar ao governo brasileiro a criação de um quadro especial, no âmbito da Polícia Federal, orientado para o combate à pirataria. A informação foi dada pela assessoria de João Paulo. Essa proposta, ainda segundo a assessoria, consta do relatório final da CPI, que deverá ser votado pela comissão até o início da próxima semana.Durante a audiência a Aldonas, João Paulo Cunha tocou, também, em temas do comércio exterior. Afirmou que o Brasil tem aumentado sua participação no comércio mundial e que está em busca de novas parcerias comerciais. Entretanto, segundo ele, o País continua a ter nos EUA seu maior parceiro comercial e, portanto, "é importante descobrir alternativas para que esse relacionamento continue harmônico".O subsecretário reconheceu que, assim como no Brasil, a pirataria é um tema significante também nos EUA e disse que a única forma de superá-lo é a cooperação entre os dois países. Ainda hoje, Aldonas vai encontar-se com os secretários-executivos dos Ministérios de Minas e Energia, Maurício Tolmasquim, e da Fazenda, Bernardo Appy. Amanhã, ele embarca para o Rio de Janeiro, mas a embaixada americana ainda não informou sua agenda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.