Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Jobs, da Apple, é o homem de negócios mais poderoso

A revista norte-americana Fortune anunciou o ranking dos 25 homens de negócios mais poderosos do planeta. No topo da lista está o fundador e presidente da multinacional de tecnologia Apple, Steve Jobs. Ele é seguido pelo magnata das comunicações Rupert Murdoch, dono da News Corp., e por Lloyd Blankfein, presidente do grupo financeiro Goldman Sachs.De acordo com a publicação, Jobs merece o primeiro posto por ter ?revolucionado a dinâmica do consumo de eletrônicos com o iPod, e ter persuadido a indústria fonográfica, as redes de televisão e Hollywood a distribuir suas mercadorias com a loja virtual iTunes.? Este ano, além disso, segundo a revista, Jobs, em uma façanha à altura de seus poderes criativos e promocionais, colocou a Apple no mercado de celulares, com o iPhone. Jobs é o homem que ajudou a levantar o moral de cinco indústrias de uma só vez - computadores, cinema, música, varejo e telefonia celular, segundo a Fortune.Outros poderosos que aparecem na lista são o megainvestidor Warren Buffet; Rex Tillerson, presidente da ExxonMobil, petrolífera que obteve lucros recordes no ano passado; o fundador da Microsoft, Bill Gates; o presidente da Toyota, Katsuaki Watanabe; Lee Scot, da varejista Wal-Mart; e o dono da Telmex, o mexicano Carlos Slim, com sua fortuna estimada em US$ 59 bilhões. Há espaço para dois indianos no ranking: o gigante do aço Lakshmi Mittal e Ratan Tata, presidente do conglomerado Tata Group.O ranking deixa claro que o mundo dos negócios ainda é dominado por homens - apenas uma mulher, Indra Nooyi, presidente da PepsiCo, aparece na lista, na 22ª colocação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

28 de novembro de 2007 | 09h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.