Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Jogos de loteria poderão ser pagos com o Pix, anuncia BC

A novidade, segundo a autarquia, atende à demanda do mercado que pedia pela integração das lotéricas ao novo sistema de pagamento instantâneo

Sandra Manfrini, O Estado de S.Paulo

19 de novembro de 2020 | 19h12

Os jogos de loteria poderão ser pagos com o Pix, o novo sistema de pagamento instantâneo. O Banco Central, em resolução publicada no BC Correio nesta quinta-feira, 19, ampliou o uso do Pix e incluiu as contas das lotéricas na lista de habilitadas a receber os pagamentos.

O Pix permite a realização de pagamentos e transferências 24 horas por dia, 7 dias por semana, todos os dias do ano. 

A expectativa do mercado é que o sistema seja o grande substituto de DOCs e TEDs, por ser um sistema gratuito e estar disponível a qualquer hora, sete dias por semana. Mas também servirá para efetuar compras on e offline. Por ser instantâneo, as trocas devem ocorrer em até 10 segundos. 

A novidade, segundo o BC, atende à demanda do mercado que pedia a integração das lotéricas ao Pix. "As novas funcionalidades do Pix mostram o caráter multipropósito do meio de pagamento. Isso significa que ele deve ser capaz de acomodar todos os tipos de transação de varejo, envolvendo pessoas, empresas e governo", afirma o BC em nota divulgada há pouco. O BC já tinha ampliado o uso do pagamento instantâneo para recolhimento do FGTS e para contas das próprias instituições.

O BC informa que também aprovou um período de seis meses para que as instituições façam ajustes pontuais em suas plataformas que se conectam ao Pix. "Embora o Pix esteja funcionando plenamente, alguns acertos pontuais podem ser necessários a fim de melhorar a experiência do usuário", afirma a nota. Esses ajustes, segundo o BC, são normais para um sistema de complexidade e magnitude do Pix e determinados apontamentos podem não ser configurados como infrações.

Assim, o BC informa que as instituições estarão isentas de eventual aplicação de multa entre 3 de novembro de 2020 e 15 de maio de 2021, desde que a instituição faça adequações oportunas em sua atuação e tome medidas necessárias para evitar reincidência do apontamento. "O cometimento reiterado de condutas passíveis de penalidade será punido normalmente, na forma do regulamento do Pix e do manual de penalidades."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.