Jorge Gerdau: 'Estou impactado pela política industrial'

O presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial (CNDI), Jorge Gerdau, disse hoje na cerimônia de lançamento da nova política industrial que está "impactado pela Política de Desenvolvimento Produtivo". Ele disse que as quatro metas do programa "vão ser muito importantes", mas destacou a meta de aumentar os investimentos para 21% do Produto Interno Bruto (PIB). Ele também citou como especialmente importante a informação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sobre redução de juros do Finame, que financia máquinas e equipamentos. "Essa comunicação do BNDES é um sonho para os empresários", disse. Ele destacou ainda a possibilidade de as empresas promoverem depreciação acelerada e a redução do PIS/Confins para exportação. O presidente da Embraer, Frederico Fleury Curado, também elogiou a nova política industrial. Ele afirmou que sua elaboração é fundamental para os planos de crescimento do Brasil. Segundo ele, todos os países de primeiro mundo têm políticas semelhantes que incentivam as exportações e a desoneração fiscal. "Tenho certeza de que o investimento virá. Essa política é fundamental para que tenhamos marcas e empresas transnacionais", afirmou o presidente da Embraer, empresa que tem 95% de seu faturamento a partir de exportações. A cerimônia de lançamento da Política de Desenvolvimento Produtivo acontece na sede do BNDES, no Rio, e conta com a presença também do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.