coluna

Louise Barsi: O Jeito Waze de investir - está na hora de recalcular a sua rota

Jornal de 150 anos fecha nos EUA

Periódico de Denver sucumbe à crise

, O Estadao de S.Paulo

28 de fevereiro de 2009 | 00h00

O jornal The Rocky Mountain News, o mais antigo do Estado do Colorado, nos Estados Unidos, publicou ontem sua derradeira edição, acrescentando Denver à longa lista de cidades americanas que têm agora apenas um jornal diário. A editora do jornal, a E.W. Scripps, disse que o Rocky, como é conhecido, perdeu US$ 16 milhões em 2008, e não apareceu nenhum comprador nos quase três meses transcorridos desde que a empresa admitiu publicamente sua pretensão de vender o jornal. O fechamento foi um golpe duro para funcionários e leitores da publicação, mas não os surpreendeu. Executivos da Scripps já haviam dito que, se não encontrassem um comprador, a saída seria fechar o tabloide.Rich Boehne, diretor executivo da Scripps, viajou até Denver para dar a notícia ao pessoal da redação. De acordo com a reportagem do próprio Rocky sobre a reunião, alguns funcionários choraram. Os trabalhadores souberam também que estarão na folha de pagamentos da Scripps até o dia 28 de abril.Boehne disse que um único comprador demonstrou interesse na aquisição do jornal, antes de perceber que os desafios econômicos enfrentados pela publicação seriam grandes demais.Os jornais de todo o país estão sofrendo com a queda na receita proveniente da publicidade, com o aperto no mercado de crédito e com o declínio na circulação, mas a situação é mais grave para os jornais das poucas áreas metropolitanas que têm mais de uma publicação diária. Um dos jornais de Seattle, The Post-Intelligencer, pode fechar em breve; os dois jornais de Detroit decidiram interromper a entrega aos assinantes durante alguns dias da semana; e o proprietário dos dois jornais da Filadélfia entrou recentemente com pedido de concordata, assim como um dos dois jornais da região de Minneapolis.Desde 2001, o Rocky, cuja circulação era de 210 mil exemplares nos dias úteis, estava envolvido num acordo operacional conjunto com o seu rival, The Denver Post, que pertence ao MediaNews Group. Eles partilhavam algumas das despesas comuns, como a impressão e a entrega, apesar de manterem nesse período a concorrência no jornalismo.A Scripps disse que ainda estava negociando com o MediaNews o fim da parceria. O Post deve ganhar alguns dos leitores e anunciantes do Rocky. Porém, na ausência de um parceiro de impressão, o jornal pode enfrentar também um custo operacional maior.Greg Moore, editor do Post, enviou uma mensagem aos funcionários da sua redação na quinta-feira identificando 11 jornalistas que seriam trazidos do Rocky, incluindo 6 colunistas.Fundado em 1859 - o jornal celebraria seu 150º aniversário em abril -, o Rocky se considerava não apenas o jornal mais antigo do Estado, como também o seu mais antigo empreendimento comercial de funcionamento contínuo. A reputação jornalística da publicação, que pertence à Scripps desde 1926, melhorou nos últimos anos. O jornal recebeu quatro prêmios Pulitzer na última década - dos quais três foram de fotojornalismo -, e foi finalista em duas outras ocasiões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.