Jornal diz que bancos argentinos correm riscos

O jornal britânico Financial Times disse hoje que, segundo vários analistas, o sistema bancário argentino em breve estará numa situação falimentar. Segundo o diário, a desvalorização do peso aliada à moratória da dívida causou um impacto muito forte para os bancos do país. "Nosso pior caso-cenário seria todo o capital dos bancos locais desaparecer", disse ao jornal o analista para bancos da empresa Schroder Smith Barney, Inigo Lecubarri. "Isso não parece tão impossível agora. O sistema financeiro não parece nada bem."Mesmo as estimativas mais conservadoras dos custos arcados pelos bancos impossibilitariam o seu funcionamento. O Merrill Lynch estima perdas entre US$ 10 bilhões e US$ 12 bilhões, o que faria desaparecer a maior parte dos US$ 17 bilhões em poder dos bancos. "O choque imediato no sistema bancário vai exarcebar os problemas de escassez de liquidez para as corporações", disse Daniel Kalsthom, vice-presidente da agência de classificação de risco Fitch.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.