finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

José Jorge prevê dificuldade para mudar setor elétrico

O presidente da Comissão de Serviços de Infra-Estrutura do Senado, o ex-ministro da Energia, senador José Jorge (PFL-PE), afirmou que o governo está superdimensionando a sua capacidade de mudança em relação à criação de um novo modelo do setor elétrico. Ele observou que, para criar o novo modelo, a proposta tem de passar por todos os agentes envolvidos e pelo Congresso. "Quando falo pelo Congresso, é pela Câmara e pelo Senado. Se mudar o projeto em uma Casa, volta para a outra, e sempre são feitas alterações", disse. "Vocês estão vendo a dificuldade que do governo tem para aprovar as reformas tributária e previdenciária. E não é modelo novo, é reforma", ressaltou. O senador criticou a instabilidade das regras e observou que o modelo novo cria uma nova transição "que pode ser tão longa e difícil quanto esta". Ele criticou também o desprestígio das agências reguladoras no atual governo e a avaliação do modelo do setor elétrico em vigor. Jorge também afirmou que é contra o controle de preços pelo Estado. "Quanto mais o governo controla, mais os preços crescem", disse. Ele participa do seminário "O Futuro do Setor Elétrico Brasileiro - Obstáculos e Oportunidades", que se realiza na Bolsa do Rio.

Agencia Estado,

19 de setembro de 2003 | 12h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.