Jovem ressalta importância de ser criativo

Estudante foi atraído para o curso, porque ele combina tecnologia e entretenimento

O Estado de S.Paulo

24 de junho de 2012 | 03h12

O estudante George Rigato entrou no curso de sistemas de informação, mas não se identificou e mudou para o de jogos digitais. "Fiz essa opção porque ele combina duas esferas que me atraem. A tecnologia e suas possibilidades e o entretenimento."

Atualmente, ele faz estágio em uma start up que desenvolve aplicativos para celular. "Trabalho como programador. Minha principal função é escrever códigos, talvez isso tome 80% do meu tempo." Além dessa missão, Rigato se envolve com outro aspecto importante, a comunicação. "Precisamos planejar o projeto, discutir quais elementos irão compor o game, quais serão as atividades prioritárias e validar ou decidir refazer algum ponto chave", detalha. "A comunicação é diária e muito ágil porque o time é pequeno."

Rigato conta que gosta do trabalho porque o produto tem como objetivo entreter o consumidor. "É necessário empregar boa dose de criatividade no projeto, não só a minha, mas a de todos os envolvidos, para no final obtermos um produto divertido."

Após formado quer trabalhar com pessoas engajadas e aproveitar as oportunidades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.