finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

JP Morgan deve ampliar capital em tecnologia

O banco de investimento JP Morgan Chase & Co está disposto a investir em pequenas empresas brasileiras que tenham projetos de inovação tecnológica voltados para o mercado financeiro. Enquanto estrutura a divisão "LabMorgan" em São Paulo, que cuidará de toda a América Latina, a instituição já conversa com cientistas que estão criando tecnologia de ponta em micro ou pequenas empresas. A decisão do JP Morgan Chase consolida uma tendência: com a frustração crescente com os projetos de Internet, os investidores se voltam para as empresas de tecnologia. E, pelo que dizem os cientistas, todos estão com pressa. Além do JP Morgan, o Garantia Participações e o Rio Bravo (do ex-presidente do Banco Central Gustavo Franco) estão em busca de novas oportunidades.

Agencia Estado,

10 de janeiro de 2001 | 18h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.