Juiz argentino ordena busca em bancos

O juiz federal argentino Norberto Oyarbide determinou que sejam feitas buscas em várias agências dos bancos HSBC e BBVA, como parte de uma investigação sobre o suposto uso de informação privilegiada que teria levado a uma grande fuga de capitais da Argentina nos últimos meses. Oyarbide também ordenou buscas em escritórios de companhias de transporte aéreo de carga e nas sedes de empresas de transporte de valores (há rumores de que caminhões blindados transportaram grandes volumes de dinheiro em notas para o aeroporto internacional de Ezeiza, em Buenos Aires, no dia da renúncia de De la Rúa). A investigação começou a partir da denúncia de dois advogados, que acusam o governo do ex-presidente Fernando de la Rúa de fraude, apropriação indébita e mau uso dos recursos públicos. "Estamos conduzindo várias buscas em diversas cidades do país", disse o juiz Oyarbide a jornalistas.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.