finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Julho começa com deflação pelo IGP-M

A primeira prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) de julho teve deflação de 0,09% contra queda de 0,30% na primeira prévia de junho, informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV). No ano, o IGP-M acumula alta de 1,66% até a primeira prévia de julho; nos últimos 12 meses o indicador registra aumento de 5,64%.O Índice de Preços por Atacado (IPA), que representa 60% do resultado do IGP-M, registrou queda de 0,23%, contra deflação de 0,79% na primeira prévia em junho. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem 30% de participação no IGP-M, teve alta de 0,02% sobre aumento de 0,08% na primeira prévia do IGP-M de junho. Já o Índice Nacional do Custo da Construção (INCC), que representa 10% do IGP-M, registrou alta 0,58% ante aumento de 2,10% em igual prévia em junho.O resultado anunciado hoje ficou dentro das estimativas dos analistas do mercado financeiro ouvidos pela Agência Estado, que esperavam resultado ente -0,34% a -0,03%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.