Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Juro à pessoa física é o menor desde 1994

Taxa ficou em 39,1% ao ano em novembro, aponta o BC

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

23 de dezembro de 2010 | 12h51

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, afirmou nesta quinta-feira, 23, que o juro médio para pessoa física caiu em novembro para o menor patamar da série histórica iniciada em julho de 1994. O juro de 39,1% ao ano do mês passado no crédito livre foi o mais baixo da série. O recorde anterior era de setembro, quando o juro ficou em 39,4%. Em dezembro até o dia 9, porém, a taxa subiu ligeiramente para 39,2%.

Altamir anunciou que o spread médio - diferença entre a taxa de captação e o juro cobrado nos empréstimos - de 27,3 pontos porcentuais no mês passado também foi o mais baixo da série histórica. Em dezembro, o recorde está sendo renovado, com queda para 27 pontos em 9 de dezembro.

O técnico do BC informou ainda que o prazo médio das operações de crédito com recursos livres atingiu em novembro o maior patamar da história. No mês passado, os financiamentos tiveram, na média, prazo de 469 dias, ante 456 dias de outubro. O número é o maior da série iniciada no ano 2000. Também foram recordes os prazos das operações para empresas, de 395 dias, e para pessoas físicas, de 551 dias. A série histórica das operações para pessoas físicas é mais antiga e teve início em julho de 1994.

Tudo o que sabemos sobre:
créditojurospreadBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.