Juro ao consumidor cai em novembro, mas inadimplência é a maior do ano

Nas operações de crédito para pessoa física, houve recuo de 47,1% para 44,7% na taxa de juro

Eduardo Rodrigues, da Agência Estado,

21 de dezembro de 2011 | 11h16

Os juros médios cobrados nas operações de crédito livre ficaram em 38,5% em novembro, com queda em relação aos 39,5% cobrados em outubro. Para a pessoa física, a queda foi de 47,1% para 44,7%. Nas operações para pessoas jurídicas, os juros médios praticados pelos bancos ficaram estáveis, em 29,8%.

A inadimplência no total de operações aumentou pelo segundo mês consecutivo e chegou ao maior patamar dos últimos dois anos, em 5,6%. Em outubro, a inadimplência ficou em 5,5%. O crescimento decorre das operações de pessoas físicas, cuja inadimplência subiu de 7,1% para 7,3%. Entre as pessoas jurídicas, a inadimplência ficou estável em 4% de outubro para novembro. Nos dois casos, porém, o patamar é o mais elevado do ano.

O spread médio cobrado no total de operações também caiu, de 28,9 pontos porcentuais para 28,2 pontos. A queda para pessoas físicas foi 36,6 pp para 34,6 pp. Já para as empresas, houve um aumento de 19 pp para 19,2 pp.

Tudo o que sabemos sobre:
créditojurosinadimplêncuaconsumidor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.