Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Juro atual do BCE 'não é necessariamente o mínimo', diz membro

O juro do Banco Central Europeu (BCE) a 1 por cento "não é necessariamente o mínimo", disse o membro do conselho da entidade Lorenzo Bini Smaghi nesta sexta-feira, um dia após o corte que levou o juro para o atual recorde de baixa.

REUTERS

08 de maio de 2009 | 07h36

"(O presidente do BCE, Jean-Claude Trichet) disse que esse não é necessariamente o mínimo", afirmou Bini Smaghi à televisão italiana.

"No momento, mantemos esse nível. O importante é que os bancos repassem a redução para seus clientes."

Na quinta-feira, o BCE reduziu o juro da zona do euro em 0,25 ponto percentual, em um movimento esperado pelos mercados.

Bini Smaghi acrescentou que a inflação da zona do euro deve cair para perto de zero ou mesmo para o terreno negativo nos próximos meses, para depois recuperar-se ligeiramente.

"Não existem preocupações sobre inflação no momento e essa é a principal razão para termos cortado o juro."

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBCESMAGHI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.