Juro cai antes da decisão do Copom

CENÁRIO FINANCEIRO - Expectativa majoritária é de que a taxa Selic ficará estável em 13,75%, mas alta de 0,25 ponto está no páreo

Denise Abarca, Silvana Rocha e Paula Laier, O Estadao de S.Paulo

29 de outubro de 2008 | 00h00

Os juros futuros recuaram acompanhando o dólar e com um aumento das aposta de que o Copom praticará a partir de agora uma política monetária mais branda. Houve ampliação de posições montadas com base na projeção de que a taxa Selic ficará estável hoje em 13,75%, mas uma nova alta, ain que de 0,25 ponto, está no páreo. O juro de janeiro de 2009 terminou na mínima de 13,90%, assim como a taxa de janeiro de 2010, em 15,84%. O dólar à vista recuou 2,63%, a R$ 2,185 no balcão, amparado pelo salto das bolsas e interesses de investidores que compram contratos de swap cambial em enfraquecer as cotações à vista e a ptax (taxa média). A ptax de venda do dia serve para os ajustes dos swaps e quanto menor seu valor maior o ganho de quem adquiriu esses contratos. A Bovespa seguiu a disparada das ações em Wall Street e, após cair 25% em cinco dias, avançou 13,42% aos 33.386,65 pontos.FRASERicardo AmorimDir.-exec. Concórdia Corretora ao AE Broadcast Ao Vivo"Fed deve cortar juros de 1,5% para 1%. O Copom deve manter a Selic em 13,75% diante da desaceleração econômica global. Não faz mais sentido BC focar inflação"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.