Juro de empréstimo cai apenas 0,5 ponto porcentual

Apesar da taxa básica de juros (Selic, atualmente em 15,75% ao ano) ser cortada em 0,75 ponto porcentual nas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) desde janeiro, de fevereiro para março a taxa média de juros dos empréstimos bancários livres de direcionamento obrigatório teve queda inferior, de 0,5 ponto porcentual. Com a diminuição, divulgada nesta terça-feira pelo Departamento Econômico (Depec) do Banco Central (BC), a taxa passou dos 46,2% anuais, registrados em fevereiro, para 45,7% no mês passado. O spread (diferencial entre taxas de captação e aplicação de recursos) oscilou, no mesmo período, de 30,2 para 30,1 ponto porcentual. A inadimplência nestas operações ficou estável em 4,5% e o prazo médio aumentou de fevereiro para março de 266 para 268 dias. Volume Ainda, segundo o Depec, o volume de empréstimos bancários tiveram em março um crescimento de 1,4% na comparação com fevereiro. O estoque destas operações, com isso, aumentou dos R$615,103 bilhões de fevereiro para R$623,904 bilhões. A proporção do crédito em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) oscilou, em função da elevação, dos 31,2% de fevereiro para 31,6%. No primeiro trimestre, o crédito teve uma expansão de 2,8%.

Agencia Estado,

25 Abril 2006 | 11h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.