Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Juro deve cair no início do ano que vem, diz Lula

'Até agora, a política monetária foi acertada. Mas, em época de crise, não pode ficar do mesmo jeito'

Leonencio Nossa, da Agência Estado,

19 de dezembro de 2008 | 14h40

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que uma redução da taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 13,75%, deve acontecer em 2009. A uma pergunta sobre o tema durante café da manhã com jornalistas do Palácio do Planalto, ele disse que "obviamente" os juros devem cair.  Veja também:Desemprego, a terceira fase da crise financeira globalDe olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise   "Este é um ingrediente que acontece no início do ano que vem ou no ano que vem", disse. Na entrevista, Lula, porém, disse que a condução até agora dos trabalhos do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, foi correta. "Até agora, a política monetária foi acertada. Mas, em época de crise, não pode ficar do mesmo jeito. Mas, o Meirelles é um homem inteligente e sabe fazer", disse.  Na semana passada, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu manter a Selic em 13,75% ao ano, apesar dos crescentes temores sobre a desaceleração da atividade econômica no País. Na ata da reunião, divulgada na quinta-feira, os integrantes do Comitê afirmaram que consideraram um corte de 0,25 ponto na taxa, mas adiaram a decisão diante das incertezas sobre a inflação.

Tudo o que sabemos sobre:
Crise FinanceiraCrise nos EUALula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.