Juro é consistente com cenário de inflação, diz Copom

Após o anúncio de manter a taxa básica de juros, a Selic, em 8,75% ao ano, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central justificou a decisão afirmando que o juro é consistente com o cenário de inflação. Veja a íntegra do comunicado do Copom:

AE, Agencia Estado

09 de dezembro de 2009 | 20h03

"Tendo em vista as perspectivas para a inflação em relação à trajetória de metas, o Copom decidiu manter a taxa Selic em 8,75% ao ano, sem viés, por unanimidade. Levando em conta, por um lado, a flexibilização da política monetária implementada desde janeiro, e por outro, a margem de ociosidade remanescente dos fatores produtivos, entre outros fatores, o Comitê avalia, neste momento, que esse patamar de taxa básica de juros é consistente com um cenário inflacionário benigno, contribuindo para assegurar a manutenção da inflação na trajetória de metas ao longo do horizonte relevante e para a recuperação não inflacionária da atividade econômica. Brasília, 09 de dezembro de 2009".

A próxima reunião do Copom está marcada para os dias 26 e 27 de janeiro de 2010. A ata da reunião de hoje será divulgada pelo BC na quinta-feira da próxima semana, dia 17.

Tudo o que sabemos sobre:
jurostaxa SelicCopomBanco Central

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.