carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Juro médio do crédito tem segunda alta consecutiva

O juro médio praticado nas operações de crédito livre, aquelas sem destinação específica, voltou a subir em fevereiro, segundo os dados divulgados nesta terça-feira pelo Banco Central (BC). A taxa média subiu de 38% ao ano em janeiro para 38,1% no mês passado. Essa é a segunda alta consecutiva do juro médio no crédito livre.

ADRIANA FERNANDES E FERNANDO NAKAGAWA, Agencia Estado

27 de março de 2012 | 10h58

As operações voltadas às pessoas físicas lideraram esse encarecimento do crédito, já que a taxa média praticada nessas operações avançou de 45,1% para 45,4%. Nos empréstimos para as empresas, o sentido foi contrário e o juro médio caiu de 28,7% para 28,6%.

O relatório do BC mostra que a alta dos juros no mês passado aconteceu como resultado do aumento das margens cobradas pelas instituições financeiras nos empréstimos, o chamado spread bancário. Na média, o spread passou de 27,8 pontos porcentuais em janeiro para 28,4 pontos porcentuais em fevereiro.

Por segmento, a margem nos financiamentos para o consumidor subiu de 34,9pp para 35,8pp. Já nas operações para pessoas jurídicas, o spread aumentou de 18,5pp para 18,8pp.

Inadimplência

A inadimplência média nas operações de crédito com recursos sem destinação específica ficou estável em 5,8% em fevereiro. Nas operações para pessoas físicas, a taxa de inadimplência ficou estável em 7,6% fevereiro. Nas operações para pessoas jurídicas, a inadimplência também ficou estável em estável em 4,1%. Pelo conceito do Banco Central, são considerados inadimplentes clientes que atrasam pagamentos de dívidas em mais de 90 dias.

Concessões

A média diária de concessões de novos empréstimos alcançou R$ 8,974 bilhões em fevereiro. O valor mostra aumento de 9% na comparação com a média diária verificada em janeiro. Ante fevereiro de 2011, há expansão da média diária de 8,3%.

O aumento das novas operações de crédito no mês passado aconteceu especialmente nas operações para empresas, cuja média diária aumentou 9,4% ante janeiro, para R$ 5,126 bilhões. Nas operações para pessoas físicas, o volume médio diário cresceu 8,3% na comparação mensal, para R$ 3,848 bilhões.

Habitação e veículos

O crédito para habitação, com recursos livres e direcionados, cresceu 2,3% em fevereiro ante janeiro, para R$ 210,653 bilhões. No primeiro bimestre deste ano, a alta é de 5,1%. Nos 12 meses encerrados em fevereiro, o crescimento acumulado é de 44%.

O volume de crédito para financiamento de veículos caiu 0,1% em fevereiro ante janeiro. Em 12 meses até fevereiro, o crédito para compra de veículos subiu 6,6%. Já o saldo de empréstimos para compra de veículos por pessoas físicas passou de R$ 201,668 bilhões para R$ 201,473 bilhões em fevereiro.

Estoque de crédito

O volume total de crédito no sistema financeiro cresceu 0,4% em fevereiro relação a janeiro, atingindo R$ 2,034 trilhões. No primeiro bimestre do ano, o crescimento é de 0,2%. No acumulado de 12 meses, o estoque de crédito está em desaceleração, passando de uma alta de 18,4% até janeiro para um aumento de 17,3% até fevereiro. O volume de crédito no País atingiu em fevereiro 48,8% do Produto Interno Bruto (PIB), estável ante o registrado em janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
créditoBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.