Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Juro para cheque especial e empréstimo pessoal recua em 2004

As taxas médias de juros de cheque especial e empréstimo pessoal para pessoa física apresentaram queda em 2004, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira pela Fundação Procon-SP. A análise comparativa da pesquisa de taxas de juros bancários, realizada mensalmente pelo órgão da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, demonstrou que a taxa média foi de 8,02% ao mês para o cheque especial e de 5,29% ao mês para o empréstimo pessoal, o que representou reduções de 1,02 ponto porcentual e de 0,62 ponto porcentual, respectivamente, sobre as taxas verificadas no ano passado.Em 2004, os bancos que apresentaram a maior taxa média anual de cheque especial foram o Itaú e o Real, com 8,26% ao mês, enquanto a menor foi praticada pelo Banco do Brasil, com 7,40% ao mês. A diferença, de 0,86 ponto porcentual, representa uma variação de 11,62% entre a menor e a maior taxa.Quanto ao empréstimo pessoal, o banco que apresentou a maior taxa média anual foi novamente o Real, com 5,70% ao mês. A menor foi praticada pela Nossa Caixa, com 4,10% ao mês, uma diferença de 1,60 ponto porcentual, ou de 39,02%.De acordo com os técnicos do Procon-SP, o movimento de queda confirma o que foi constatado nas pesquisas mensais entre janeiro e dezembro de 2004, mesmo com a elevação verificada nos juros de cheque especial no último mês do ano, quando a taxa foi de 8,06%, o maior nível mensal de 2004.PesquisaO levantamento anual do Procon-SP envolveu 11 instituições financeiras: HSBC, Banespa, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Santander, Nossa Caixa, Banco Real, Unibanco e BCN. A partir de março, o BCN foi excluído da pesquisa em função de sua incorporação pelo Bradesco, o que fez o número dos bancos pesquisados cair para dez.A fundação também coloca o resultado da pesquisa à disposição dos interessados para consulta nos postos de atendimento pessoal que possui na capital paulista (Poupatempos Sé, Santo Amaro e Itaquera). Pela internet, a coleta pode ser consultada no endereço www.procon.sp.gov.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.