Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Juro para pessoa física é o menor desde maio de 2008

Levantamento da Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) divulgado hoje mostra que a taxa de juros média para a pessoa física caiu 0,06 ponto porcentual em abril, para 7,33% ao mês, atingindo o menor nível desde maio de 2008. Para as empresas, a queda nos juros também foi de 0,06 ponto porcentual, levando a taxa média para 4,21% ao mês.

AE, Agencia Estado

12 de maio de 2009 | 14h51

Entre as taxas para a pessoa física, apenas a de cartão de crédito ficou estável, em 10,68% ao mês. Os juros do cheque especial caíram para 7,66% ao mês, a menor taxa desde dezembro de 2007. Já os juros bancários do CDC (Crédito Direto ao Consumidor) de bancos caíram para 2,88% ao mês, a menor da série histórica.

O coordenador da pesquisa e vice-presidente da Anefac, Miguel José Ribeiro de Oliveira, afirmou que a queda nos juros pode ser atribuída à redução da taxa básica (Selic), atualmente em 10,25% ao ano, bem como à certeza que o mercado financeiro tem de que o Banco Central vai continuar reduzindo a Selic.

Tudo o que sabemos sobre:
juroscréditobancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.