Juros altos derrubam vendas nos EUA

De acordo com o Departamento do Comércio dos EUA , as vendas no varejo caíram 0,3% em maio. A expectativa do mercado era de uma elevação de 0,01%. Excluindo a venda de automóveis, o desempenho do setor em maio não apresentou variação em relação ao mês anterior. O anúncio do resultado deve trazer estabilidade para a abertura dos mercados acionários norte-americanos hoje. Porém, o resultado pode ser visto pelos investidores de duas formas. Por um lado, indica a tão desejada retração da economia nos Estados Unidos, sinalizando que o banco central norte-americano (FED) poderá não mexer nos juros na próxima reunião, marcada para os dias 27 e 28 de junho.Porém, o dado pode ser considerado negativo, já que sinaliza que os lucros das empresas norte-americanas não deverão ser tão brilhantes quanto os obtidos no passado recente. Nesse momento, a Bolsa de Valores de São Paulo está operando em alta de 0,99%. A Nasdaq - bolsa norte-americana que negocia empresas do setor de tecnologia - está em queda de 0,40%. Já o índice Dow Jones - representa as ações mais negociadas da bolsa de Nova Iorque -, queda de 0,48%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.