AP Photo/Jacquelyn Martin
AP Photo/Jacquelyn Martin

Juros americanos estão chegando a 'nível mais normal', diz presidente do Fed

Jerome Powell também afirmou que inflação dos Estados Unidos não chegou a atingir completamente a meta

Mateus Fagundes e Victor Rezende, O Estado de S.Paulo

12 Julho 2018 | 17h49

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Jerome Powell, afirmou em entrevista que, embora os principais índices de inflação dos Estados Unidos tenham atingindo o nível de 2%, não se pode dizer que a meta tenha sido completamente atingida.

+ EUA criam 213 mil empregos em junho, 93º mês seguido de alta no país

"A inflação está gradualmente se movendo ao nível de 2% e é neste nível simétrico que nós queremos que ela se mantenha", afirmou ao programa Marketplace, da rádio NPR. "Apenas alcançar e tocar uma vez o nível de 2% não cumpre a nossa meta. Mas estamos muito perto do nosso alvo."

Neste contexto, o presidente do Fed afirmou ainda estar "satisfeito" com os resultados obtidos pelos aumentos nas taxas de juros, reforçando o tom gradualista.

"Então, estamos retornando as taxas para um nível mais normal. Se deixarmos as taxas muito baixas por muito tempo, podemos ter uma inflação muito alta ou podemos ter bolhas de ativos ou bolhas imobiliárias. Se nos movermos muito rapidamente, então podemos inadvertidamente colocar a economia em recessão. Então, estamos sempre equilibrando essas duas coisas. Eu acho que por muitos anos não havia nada a equilibrar, tínhamos que manter as taxas baixas. Eu acho que como a economia ficou saudável, agora estamos em equilíbrio entre as duas coisas que temos que atravessar", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.