carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Juros do cheque especial tiveram pequena redução em maio

A pesquisa de taxas bancárias realizada pela Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, em maio revelou que os juros do cheque especial e do empréstimo pessoal tiveram uma pequena redução. No empréstimo pessoal, a taxa média dos bancos pesquisados é de 6,20% ao mês, inferior a do mês de abril, que foi de 6,22% ao mês. Já a taxa média de juros do cheque especial é de 9,48% ao mês, inferior a de abril, que foi de 9,49% ao mês.O levantamento do Procon-SP foi realizada nos dias 8 e 9 de maio e envolveu treze instituições financeiras: HSBC, Banespa, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco Bilbao Vizcaya Brasil (BBV), Itaú, Santander, Nossa Caixa, Real, Unibanco, Mercantil de São Paulo e Banco de Crédito Nacional (BCN).De acordo com os técnicos do Procon-SP, neste mês não houve variação significativa nas taxas médias. A única instituição financeira que, segundo o Procon-SP, diminuiu suas taxas, tanto de empréstimo pessoal quanto de cheque especial, foi o Bradesco. No empréstimo pessoal, o banco alterou de 6,65% ao mês para 6,40% ao mês. No cheque especial, alterou de 9,80% ao mês para 9,70% ao mês.

Agencia Estado,

15 de maio de 2003 | 12h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.