Juros estão caindo, sustenta presidente da Febraban

Ao ser indagado sobre as sucessivas críticas do governo Lula aos altos juros cobrados pelas instituições financeiras, o presidente da Federação Brasileira das Associações de Bancos (Febraban), Gabriel Jorge Ferreira, afirmou nesta quinta-feira que os spreads bancários vêm caindo. Ele insistiu que o volume de crédito oferecido pelos bancos também está crescendo. "Há uma trajetória nítida da queda dos juros, já que a inflação está sob controle absoluto", afirmou.Segundo Ferreira, o spread bancário vem caindo não só pela redução dos juros básicos mas também por um controle maior dos custos das instituições financeiras. "O único custo que não temos controle são os impostos e encargos sociais", disse, voltando a criticar a carga tributária brasileira. Segundo ele, o peso desta carga pode corresponder a 35% do custo cobrado do tomador. "No curto e médio prazos não há perspectivas de solução para este problema, já que o Estado não pode abrir mão dessa arrecadação", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.