Juros estáveis nos EUA favorecem mercado acionário

Caso o FED decida por manter os juros estáveis nos Estados Unidos, o Banco Central (BC) poderá executar o viés de baixa, decidido na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), e reduzir ainda mais os juros no Brasil. Isso deixaria o mercado de ações ainda mais atraente. Juros mais baixos melhoram o desempenho das empresas, que podem captar dinheiro pagando taxas menores. Além disso, há a perspectiva de aumento nas vendas, já que o crédito para o consumidor pode ficar mais baixo, caso as taxas finais sejam reduzidas. Porém, no curto prazo esse cenário favorável poderá ficar comprometido pela queda do Ibovespa - Índice que mede a valorização das ações de empresas mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Isso porque termina sexta-feira o prazo para a troca das ações da Telesp por Brazilian Depositary Receipts (BDRs) da Telefónica de Espanha. Como existe um forte movimento de venda dos papéis, as ações estão registrando desvalorização expressiva.As ações da Telesp têm participação no Ibovespa e estão puxando para baixo o Índice. Ontem as ações ordinárias (ON, com direito a voto) fecharam em R$ 21,79, uma baixa de 19,29%. As ações preferenciais (PN, sem direito a voto) caíram 1,38%. O Ibovespa caiu 1,37%. Há pouco registrava queda de 0,13%.E veja na seqüência a abertura do mercado de câmbio

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.