Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Juros mais baixos levam Bolsa a ficar acima dos 105 mil pontos

Ações de varejistas, shoppings e construtoras, setores beneficiados pela Selic mais baixa, operam em alta

Niviane Magalhães e Maria Regina Silva, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2019 | 11h40

A queda da taxa básica de juros, a Selic, para seu nível histórico mais baixo (5,5% ao ano) já tem reflexos na Bolsa de Valores. Nesta quinta-feira, 19, as ações de construtoras, shoppings e varejistas, setores que se beneficiam diretamente de uma taxa de juros mais baixa,  operam em alta. O índice Ibovespa, principal indicador da Bolsa paulista, subia 0,99% às 11 horas, chegando a 105.629 pontos.

Nesta manhã, as ações ON (ordinárias, com direito a voto) da construtora Cyrela tinham alta de 4,82%, enquanto as da MRV subiam 1,54%. No setor de shoppings, Multiplan ON subia 3,42%, Iguatemi ON tinha alta de 3,16% e BR Malls, de 2,81%. Já as ações das varejistas  Via Varejo subiam 3,98% e Lojas Renner ON, 1,87%.

A Bolsa brasileira também é ajudada pelo melhora do humor do mercado financeiro em Nova York. No pré-mercado (operações antes da abertura oficial), as Bolsas norte-americanas operavam com ganho, refletindo uma nova operação de recompra de títulos pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) de Nova York, que vem tentando colocar liquidez nos mercados. Essa operação somou US$ 75 bilhões.

Ao mesmo tempo, a elevação nas cotações do petróleo no exterior impulsionam os papéis da Petrobrás, que operam em alta de 1,6%. O mesmo petróleo, no entanto, faz o dólar subir, pelo temor de avanço nas tensões geopolíticas – ainda refletindo os atentados a unidades de petróleo na Arábia Saudita no fim de semana. Às 11h23, a moeda americana estava cotada a R$ 4,1390, uma alta de 0,88%.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsa de valoresjuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.