finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Juros mantêm trajetória de queda

Os juros mantêm trajetória de queda, com a expectativa não só da redução das taxas norte-americanas, na reunião do Fed (amanhã e quarta-feira), como também da Selic, na reunião do Copom, daqui a 15 dias.Na BM&F, os contratos futuros de prazos mais longos também tiveram reduções maiores de taxa, em relação aos de prazos mais curtos. O contrato futuro para julho, ainda o mais negociado, projetava taxa de 15,10% ao ano no fechamento, de hoje ao vencimento, ante 15,12% da sexta-feira passada. O contrato para abril, segundo lugar em termos de liquidez, aponta agora juros de 15,02%, ante 15,06% de sexta. E o contrato para outubro, que ganha liquidez dia a dia, indica 15,18%, ante 15,25% de sexta. O contrato de um ano (DI a termo) projeta 15,41% (15,49% na sexta).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.