Juros nos EUA podem subir no 1.º trimestre de 2015

Projeção de um dos presidentes do BC americano é de mudanças mais rápidas que as previstas anteriormente 

16 de maio de 2014 | 15h13

NOVA YORK e WASHINGTON - O presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, prevê que a primeira elevação nos juros do banco ocorrerá no final do primeiro trimestre de 2015, de acordo com sua própria opinião. O dirigente disse que o emprego e a inflação estão agora mais próximos dos objetivos do Fed do que em qualquer outro momento nos últimos cinco anos.

A data prevista por Bullard é bem anterior a de projeções de analistas, de que a elevação de juros ocorrerá no meio para o final de 2015. Bullard não é membro votante do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC) neste ano, mas representa atualmente uma visão média entre "doves" e "hawks" do comitê, ou seja, aqueles favoráveis a juros baixos e aqueles que preferem juros altos. Fonte: Dow Jones Newswires.

PIB dos EUA. A economia dos EUA deve crescer em ritmo anual de 3% no restante de 2014, apesar do desempenho fraco no começo do ano - apontam as últimas projeções da equipe do Federal Reserve de Nova York.

A previsão se baseia em vários fatores subjacentes, incluindo a recuperação da renda das famílias - graças principalmente aos preços das moradias -, menos obstáculos fiscais em todos os níveis de governo e melhor perspectiva de crescimento na zona do euro.

A projeção de crescimento do PIB para 2015 é de 3,5%. Para a inflação, a equipe do Fed de Nova York prevê a taxa em 1,6% no fim deste ano e 1,8% no final de 2015, bem mais próxima da meta oficial de 2,0%.

Em relação ao mercado de trabalho, a projeção para a taxa de desemprego é de declínio para cerca de 6% este ano e para algo entre 5,25% e 5,5% em 2015. (Com Dow Jones e Market News International).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.