Juros só caem em abril, crê coordenador da Fipe

O coordenador do Índice de Preços da Fipe, Heron do Carmo, acredita que o Banco Central só começará a baixar os juros a partir de abril. A análise dele tem como base o teor da ata da última reunião do Copom, divulgada hoje pelo Banco Central. "Pessoalmente, não concordo com isso, mas acho que o BC manterá seu excesso de cautela até que tenha sinais concretos de queda da inflação", diz.O economista afirma também não ver motivos para o BC estar se preocupando com eventuais efeitos da crise argentina sobre a economia brasileira e com o reflexo que a redução de investimentos estrangeiros no País poderá exercer sobre a taxa de câmbio. "Quanto à Argentina, a minha opinião é de que a crise já começa a caminhar para uma solução. O maior problema dos argentinos era acabar com o câmbio fixo. A população vai continuar a bater panelas por algum tempo, mas depois acabará se conformando de que não há muito o que fazer", diz Heron.Com relação à redução de investimentos externos no País por causa do quadro eleitoral, o economista da Fipe afirma que isso já era esperado e que uma eventual pressão na taxa de câmbio já está embutida nos preços do mercado financeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.