Juros sobem com temor sobre IPCA-15

Especulações de que o índice de preço em maio pode vir alto hoje pressionaram as taxas futuras e o dólar

Denise Abarca, Silvana Rocha e Claudia Violante, O Estadao de S.Paulo

28 de maio de 2008 | 00h00

A preocupação do mercado com a inflação acirrou-se em meio a especulações de que o IPCA-15, que será divulgado hoje, poderá ficar acima de 0,65%, perto do teto das projeções dos analistas, que esperam taxa de 0,55% a 0,67%. O temor com a escalada dos preços e o impacto na política monetária do BC justificou fortes ajustes de posições, que ancoraram a alta da curva de juros na BM&F. A taxa de janeiro 2010 bateu a máxima de 14,64% e encerrou a 14,52%; e a de janeiro 2009 subiu a 13,22%. O dólar à vista avançou 0,72%, a R$ 1,671 no balcão, pressionado em parte pelo sentimento de que o Copom poderá fortalecer a dose de alta da taxa Selic na próxima semana e também por causa da queda do petróleo. O recuo da commodity e dos metais derrubou as ações da Petrobrás e da Vale. Em conseqüência, o Ibovespa caiu 0,89%, aos 70.992,1 pontos.FRASEJosh StilesAnalista da Ideaglobal em NY ao AE Broadcast Ao Vivo''Maior risco para inflação nos EUA é a piora de expectativas. O Fed dá sinais claros de que manterá juros em 2%''

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.