Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Justiça afasta acionistas da gestão da VarigLog

Os três acionistas brasileiros da VarigLog, Marco Antonio Audi, Luiz Eduardo Gallo e Marcos Haftel foram afastados hoje da gestão da companhia, conforme decisão do juiz José Paulo Magano, da 17ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo. De acordo com a assessoria de imprensa do TJ, foi nomeado um interventor judicial para a VarigLog, José Carlos Rocha Lima. O interventor, segundo o TJ, terá cinco dias para se inteirar da situação da empresa, período em que exercerá a função de fiscal. Depois disso, Lima cuidará da administração da ex-subsidiária da VarigLog. A decisão é de 1ª instância e os acionistas podem recorrer. O afastamento dos três acionistas foi determinado após um pedido de liminar ajuizado pelo fundo americano de investimentos Matlin Patterson, que detém 60% do capital total da VarigLog. Os sócios brasileiros têm os 40% restantes. O Matlin Patterson e os acionistas brasileiros protagonizam uma disputa judicial, envolvendo acusações mútuas e denúncias de gestão temerária, desvio de dinheiro e extorsão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.