Justiça barra acordo que retiraria vagões velhos

O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2011 | 03h04

A Justiça Federal determinou a suspensão do acordo firmado entre a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a concessionária ferroviária América Latina Logística Malha Paulista para a retirada de 2.375 vagões velhos espalhados pelas ferrovias do Estado. A liminar foi dada ontem em ação movida pelo Ministério Público Federal. Os vagões pertencem ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes e seriam trocados por 1.116 vagões novos ou reformados oferecidos pela ALL.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.