Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Justiça bloqueia pagamento de R$ 799 mi em dividendos da CSN

Companhia foi surpreendida por bloqueio após anúncio e diz que está tomando medidas para liberar recursos

Agência Estado,

31 de março de 2009 | 12h42

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) informou nesta terça-feira, 31, que, após o anúncio de distribuição de dividendos, foi surpreendida pela ordem do juiz da 6ª Vara de Execuções Fiscais Federais da Justiça Federal do Rio de Janeiro de bloqueio online do montante equivalente a R$ 799,371 milhões. A empresa disse estar tomando todas as medidas para liberar o bloqueio e pagar a totalidade dos dividendos anunciados.

 

"Nesse contexto, a companhia pagará no dia 2 de abril de 2009, sem atualização monetária, o valor de R$ 700,628 milhões, do total de R$ 1,5 bilhão deliberado no último dia 24 de março e tão logo obtenha sucesso no desbloqueio efetuará o pagamento do saldo", segundo a CSN.

 

Os detentores de ações da empresa em 24 de março farão jus ao recebimento dos dividendos à razão R$ 0,923496 por ação do capital social em circulação naquela data, não incidindo imposto de renda na fonte.

Tudo o que sabemos sobre:
Mercado FinanceiraCSN

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.