Justiça concede regime semiaberto para Cacciola

A juíza da Vara de Execuções Penais do Rio, Roberta Barrouin Carvalho de Souza, concedeu na noite de ontem a progressão para o regime semiaberto ao ex-banqueiro Salvatore Cacciola. Preso em Bangu 8 desde julho de 2008. Cacciola cumpre pena de 13 anos por crimes contra o sistema financeiro.

, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2011 | 00h00

Pela decisão da juíza, o ex-banqueiro não será solto imediatamente, mas sua defesa deverá requerer que Cacciola possa trabalhar, estudar ou visitar a família. Para obter o regime semiaberto, um dos requisitos é a apresentação de uma promessa de emprego.

Ex-dono do banco Marka, Salvatore Cacciola foi condenado em primeira e segunda instâncias sob a acusação de ter cometido crime de gestão fraudulenta de instituição financeira, após escândalos dos bancos Marka e FonteCindam em 1999. O ex-banqueiro foi preso em setembro de 2007 na Itália e extraditado ao Brasil em julho do ano seguinte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.